BARTIRA Moda Indiana®


Namastê a todos!

O que é uma mandala?

O significado de mandala vem do sânscrito (linguagem clássica indiana) que significa "círculo" mas ela é muito mais do que uma simples forma. Embora possa ser dominada por quadrados ou triângulos, uma mandala tem uma estrutura concêntrica (é uma relação entre duas ou mais circunferências). As mandalas oferecem um equilíbrio visual, simbolizando união e harmonia. Ela representa plenitude, e pode ser visto como um modelo para estrutura organizacional da própria vida, é um diagrama cósmico que lembra a nossa relação com o infinito, o mundo que se estende para além de nossa existência e ao mesmo tempo, para dentro de nossos corpos e mentes. Resumindo uma mandala pode ser vista como um meio hipnótico, deixando o hemisfério criativo da nossa mente correr um pouco mais livre, enquanto a nossa mente analítica tem um pequeno descanso. A mandala é muita usada para meditação, ajuda na concentração, os nossos olhos se fixam no centro da mandala e na beleza de seus desenhos , permitindo a nossa mente vagar com maior facilidade. Atualmente a mandala é muito usada na decoração, aparece em diferentes formas e modelos, as minhas preferidas são as tibetanas ou nepalesas, perfeitas, minuciosas e muito coloridas, encantam os olhos e o coração.

 

 



Escrito por Bartira Lemasson às 03h59 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

Namastê,

O ANEL DE ATLANTE.

Há 8000 anos sua estória começou no Egito, quando os atlantes deixaram sua imensa sabedoria a certos sacerdotes egípcios. Ele foi descoberto pelo Marques de Angrain, dentro do túmulo do sacerdote JUÁ. Mais tarde soubemos que Howard Carter foi o único a escapar com vida da maldição de TUTANCAMON inscrita na entrada de seu túmulo:"A morte tocará com suas asas aquele que pertubar o sono do faraó."Quando todos  cientistas que entraram no túmulo morreram de doenças entranhas, então percebeu-se que a única coisa que diferenciava Carter das outras pessoas era que ele tinha o famoso ANEL ATLANTE, por isso ele não morreu. Desde então muitos pesquisadores se interessaram pelo anel. Uma das teorias é de que a eficácia do anel se deve as ondas de formas chamadas de "LOUKSOR" que ele emite, cujo agentes invisíveis catalisam Energia Cósmica. Os efeitos atribuídos ao anel são muitos, inclusive sua ação varia de acordo com o dedo que voce põe o anel. SIGNIFICADO DOS DEDOS: POLEGAR:Age sobre os maxilares, a linfa,orelhas,faringe e sistema respiratório.INDICADOR:Age sobre o sistema nervoso central,vitalidade contade e ação.(Eu consciente).Intestino grosso e toda a coluna.MÉDIO:Age sobre a circulação,alergias,crânio e pés.ANULAR:Age sobre o sistema gênito urinário,digestivo,sistema nervoso periférico,hipófise e tiróide.MÍNIMO:Age sobre o coração,intestino delgado e emoções.

Nós vendemos o ANEL DE ATLANTE, em prata 925. Se não quiser usar o anel no dedo, use-o no bolso, ou como pingente. Para energizá-lo, deixe durante a noite num copo de água salgada, uma vez na semana.

 

 



Escrito por Bartira Lemasson às 01h10 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Namastê,meus amigos!

TODAS AS CORES DA ÍNDIA...

Vermelho, laranja, rosa. Definitivamente a Índia não é um país de cores neutras.Os tons quentes marcam as ruas, os mercados, a culinária, a arte. Roupa e cor andam juntas há milênios.É no estado de Rajastão, terra dos marajás, que são tingidas as sedas mais lindas do mundo. Os tons das vestimentas contam a história do povo. Peças multicoloridas significam que é dia de festa. Turbantes brancos, cinzas, pretos e azuis, são sinais de tristeza. Viúvas aderem ao branco e verde, casadas e solteiras vão de vermelho, pink ou amarelo. Combinar vermelho com amarelo é para mulheres que têm filhos homens. Durante o casamento as noivas surgem de vermelho. As estampas tambem têm significado, o cashmere e o elefante indicam fertilidade. O papagaio simboliza paixão, enquanto os peixes são sinal de abundância e poderes sobrenaturais.Na Índia o pretinho básico não existe, por isso nossa loja é tão colorida! Até podemos usar o preto, mas acompanhado de peça colorida, cor é vida!

Fonte:Revista ELLE

 



Escrito por Bartira Lemasson às 05h22 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Namastê! (Saúdo o Deus que habita em você.)

 

Os símbolos têm linguagem própria, e são usados desde que o homem deixou sua primeira inscrição nas pedras, no início das civilizações.

Não foi por acaso que Hitler usou a SUÁSTICA como símbolo do nazismo, ela é conhecida há milênios, os registros mais antigos datam cerca de 5000 a.C., portanto um símbolo que já era popular e significa boa sorte, bom agouro, força vital, entre outras positividades, hoje quando é visto lembra holocausto e 2ª Guerra Mundial.

Por isso é importante conhecermos o significado dos símbolos encontrados nos pingentes, anéis e brincos de prata, na estampa das roupas, panôs, almofadas e colchas, nos entalhes e esculturas, etc...

Afinal de contas eles serão usados em nosso corpo ou em nossa casa, temos que saber o que eles representam, no mínimo tem que ser auspiciosos, há símbolos que transmitem negatividade também.



Escrito por Bartira Lemasson às 04h25 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TAJ MAHAL, prova de amor e de dor...

Eu sempre achei que era um palácio, fiquei supresa ao saber que era um "túmulo", construído pelo marajá Shah Jahan, para sepultar os restos mortais de sua esposa favorita, que morreu prematuramente em 1631 ao dar à luz a seu nono filho. Portanto, o Taj Mahal foi construído como prova de amor e dor, o marajá conseguiu imortalizar o seu amor por Mumtaz Mahal, edificando esta obra surpreendente, que demorou 16 anos para ser construída.

Em outubro de 2007 viajei para Índia, realização de um sonho. Em Agra momentos antes de chegar no portal que dá acesso ao parque que está edificado o Taj Mahal, fui tomada por uma emoção muito profunda, eu consegui ouvir o som que a energia do local emanava, uma loucura! A sensação que toma conta da gente é de extrema felicidade, prazer e muita alegria. Serotonina pura!!!! O Taj Mahal é muito grande e alto,assusta! O branco se sobressai com o azul do céu, fiquei parada olhando tudo atentamente para nunca mais esquecer ,os detalhes e a grande beleza do lugar, é realmente mágico, a gente sente o amor no ar, o marajá conseguiu eternizar todo sentimento que dedicava a sua amada! O parque todo é lindo, muito verde, tudo limpo e organizado. A gente não quer mais ir embora...



Escrito por Bartira Lemasson às 03h35 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TCHAI (Chá com especiarias);

Na Índia o Tchai substitui o nosso tradicional cafézinho, por aqui a gente estranha um pouco o sabor, que é um pouco "picante". Vou passar a receita que usamos na loja, depois você pode mudar a quantidade dos ingredientes à seu gosto. As especiarias usadas no preparo do Tchai trazem benefícios para nosso corpo. A canela, é energizante,auxilia na digestão,combate infecção urinária e ajuda a baixar a pressão sanguínea.O gengibre, melhora náuseas e enjoos, reduz inflamações do organismo e é bom para a saúde cardiovascular. O cardamomo, da mesma família do gengibre, é antisséptico, digestivo, anti-inflamatório e diurético. O chá preto, tem as mesmas propriedades do chá verde, funciona como antioxidante, além de ser anticancerígeno e manter a temperatura do corpo estável.

*2 copos de água*2 paus de canela tamanho médio*1 pedaço de gengibre (+ou- 3cm)*1 xíc.de chá de leite*1 saquinho de chá preto*1 colher café de cardamomo*açucar ou adoçante à gosto.Aqueça a água. Adicione o cardamomo e o gengibre cortado bem fininho ou ralado, a canela o açucar ou adoçante. Use uma colher de pau para mexer até que a canela abra e o gengibre solte caldo, ferva em fogo baixo por 5 minutos, coloque o saquinho de chá,ferva mais um pouco, adicione o leite e não deixe ferver. Tampe e deixe descansar um pouco. Coe na peneira, depois se achar necessário no coador de papel.



Escrito por Bartira Lemasson às 02h52 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BARTIRA MODA INDIANA®

Apesar de ter um emprego fixo, sou bancária desde 1979, senti a necessidade de uma outra fonte de renda. Era 1998, meus 2 filhos estavam maiores, as despesas aumentando, resolvi fazer no Senac um curso de Montagem de Bijuterias. Foi assim que tudo começou, 1º fazendo e vendendo acessórios como sacoleira, depois ocupando um espaço na loja de uma amiga, a Ana na By Biba. Aos poucos a pedido das clientes fui ampliando nosso comércio. Sempre gostei de roupa diferente, misturar estilos, customizar o que eu usava, sempre foi minha praia. A partir daí comecei a vender batas indianas. No dia 13 de julho de 2005 inauguramos a 1ª loja Bartira Moda Indiana e, não paramos mais. Agora 11 anos depois, vendemos todos os tipos de roupas indianas, desde o tradicional até a alta costura, bijuterias, bolsas, xales, pashiminas, lenços, pratas e decoração, são muitos itens para presentes, enfeites, colchas, até móveis vindos da região de Japur na Índia. Hoje a loja oferece não só produtos indianos, mas étnicos de um modo geral, tambem vendemos Nepal, Tibet, Turquia, África, Egito, Tailândia, Bali, Vietnã, México,etc...Quando você trabalha com o que gosta, fica difícil impor limites para sua atuação, então me envolvi com a religião, costumes, música, culinária destes países dos quais vendemos produtos, principalmente a Índia. No dia 27 de julho de 2009 inauguramos nossa loja na Rua João Penteado,740. Agora em prédio próprio, totalmente adaptado para o estilo indiano, reune todos os produtos que estavam divididos em nossas 3 lojas, ou seja, hoje moda, acessórios, prata e decoração estão a disposição de nossos clientes num mesmo ambiente.



Escrito por Bartira Lemasson às 10h57 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Namastê,

Qualquer pessoa nascida na Índia é Hindu, foi no século XIII que esta denominação ganhou conatação religiosa, era o nativo não convertido ao islamismo. Os grandes deuses do hinduismo são três. Em 1º lugar, BRAHMA, com sua força criadora; VISHNU, é o preservador, o que garante a duração dos mundos, ele é a força de coesão e SHIVA, é o destruidor, aquele que renova! Bem ao lado desses três deuses supremos, que no coração de muitos indianos são apenas um, estão as energias femininas, conhecidas pelo nome de "shakti":Laksmi, Sarasvati, Parvarti, Kali. Logo abaixo agita-se um grande número de divindades particulares, algumas que pertencem à mitologia tradicional; Agni, o deus do fogo, Vayu, o do vento, Surya, o sol etc, outras de origem mais recente, como Ganesha e Hanuman, que possuem milhões de seguidores. O meu preferido é o Ganesha, a divindade mais popular da Índia. Ele é : removedor de obstáculos, apaziguador de discussões, guardião absoluto, senhor dos começos, e muito mais! Em muitas regiões da Índia, durante todo o mês de agosto, são realizadas grandes comemorações em homenagem a Ganesha, neste período seus seguidores não podem olhar para a lua...



Escrito por Bartira Lemasson às 09h24 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIBEIRAO PRETO, JARDIM SUMARE, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Moda, Livros
Histórico
Outros sites
  Bartira Moda Indiana®
  UOL - O melhor conteúdo
  Bartira no Orkut
Votação
  Dê uma nota para meu blog